Faculdade Santa Rita - A melhor faculdade da Zona Norte de São Paulo

MANUAL DE ESTÁGIO

MANUAL DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Manual De Estágio Supervisionado Dos Cursos De Administração

Exigência dos Estágios:

O Estágio Supervisionado da Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas Santa Rita de Cássia atende aos dispositivos legais emanados do Conselho Federal de Educação para os Cursos de Graduação. O Aluno não será considerado GRADUADO, sem o cumprimento integral das horas de estágio.

OBJETIVOS:

•Propiciar ao Aluno estagiário contato e experiência com a realidade vivencial de seu futuro campo de trabalho;

•Vivenciar o processo educativo em seu tríplice aspecto: planejamento, execução e avaliação;

• Aplicar os conhecimentos adquiridos dentro das possibilidades e limitações de uma Empresa real;

• Possibilitar o contato com trabalhadores, empresários e eventos ligados à área;

• Desenvolver a capacidade de tomar decisões em relação a situações ligadas à prática;

• Desenvolver formas efetivas de comunicação com o pessoal envolvido no processo;

• Reafirmar a escolha feita em relação ao campo de trabalho;

CAMPOS DE ESTÁGIO:

Os estágios dos cursos de graduação deverão ser realizados em empresas públicas ou privadas.

CARGA HORÁRIA MÍNIMA EXIGIDA:

O Estagiário deverá cumprir, no mínimo, um total de horas de estágio correspondente a 10% ( dez por cento) da carga horária total de seu curso.

ATIVIDADES E PROGRAMAS DE ESTÁGIO:

O estágio compreenderá o exercício de atividades profissionais no campo da área de estudo.

O estágio será orientado no sentido a possibilitar ao estudante uma visão tão ampla quanto possível do campo profissional da área de estudo. Sendo assim, os programas de estágio deverão acompanhar a formação teórica do estudante.

A Faculdade manterá à disposição dos alunos um professor, Coordenador de Estágio, o qual ficará à disposição dos alunos para as orientações que se fizerem necessárias, inclusive, encaminhar e acompanhar os relatórios ao professor Supervisor do Estágio, específico da área de atuação do estagiário.

Além disso, o estágio será realizado sob a supervisão de um funcionário, com cargo de chefia, na instituição que acolher o estagiário, e este será o Supervisor Prático.

FORMALIZAÇÃO DO ESTÁGIO:

ALUNOS SEM VÍNCULO EMPREGATÍCIO EM EMPRESA

Consideram-se assim, alunos que não tenham qualquer vínculo empregatício com empresa seja pública ou privada, ou seja, serão contratados como estagiários durante a realização do estágio.

Primeira Etapa: O Aluno deverá identificar uma empresa na qual pretenda realizar o estágio e solicitar autorização, por escrito, à empresa. (ANEXO 1). A Faculdade fornecerá uma carta de apresentação ao aluno, mediante solicitação junto à Secretaria ou Coordenação de Estágios.

Segunda Etapa: Após a concordância da Empresa, o Aluno deverá preencher o TERMO DE COMPROMISSO DE ESTÁGIO ( ANEXO 2) , em três vias, e colher a assinatura da Empresa Contratante, e entregá-lo devidamente preenchido até o 5º dia útil, a partir do início do estágio. Caso o estágio não esteja vinculado ao CIEE, deverá também preencher o ACORDO DE COOPERAÇÃO ENTRE A FACULDADE E A EMPRESA ( ANEXO 3), em duas vias, e trazê-lo devidamente assinado junto com o Termo de Compromisso à Coordenação de Estágios ou Coordenação do Curso.

Terceira Etapa: O Aluno deverá preencher um formulário ( ANEXO 4) junto à Coordenação de Estágio, a fim de informar a área de atuação no estágio, nome do professor que será o Supervisor de Estágio , ainda no primeiro mês de realização do estágio.

Quarta Etapa - Final do Estágio: O Aluno deverá elaborar um RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO ( MODELO ANEXO 6 ) e entregá-lo à Coordenação de Estágios, juntamente com um ATESTADO DE CONCLUSÃO DO ESTÁGIO ( ANEXO 5) passado pela Instituição onde realizou-se, em duas vias, em papel timbrado, e com firma reconhecida do Supervisor Prático do Estágio (empresa).

Quinta Etapa: Elaborar um relatório, ( sugestão anexo 6) e entregá-lo , junto com os demais documentos especificados neste manual) à Coordenação do Estágio ou à secretaria, devidamente protocolado. A coordenação enviará ao Professor Supervisor Teórico o relatório, para que este avalie o trabalho e atribua uma nota de 0 a 10.

ALUNOS COM VÍNCULO EMPREGATÍCIO EM EMPRESA PÚBLICA OU PRIVADA E QUE EXERÇAM ATIVIDADES PROFISSIONAIS RELACIONADAS À ÁREA DE ESTUDO:

Primeira Etapa: Os alunos nessa condição, deverão apresentar uma declaração da empresa, em papel timbrado, com firma reconhecida da assinatura da Chefia, de acordo com o modelo ANEXO 8, informando as atividades exercidas na empresa. Para tornar válido os estágios profissionais serão necessários:

- O tempo de serviço na Empresa e a carga horária, deverão ser de acordo com a carga horária mínima exigida do estágio de cada curso.

- As atividades exercidas tenham realmente conexão com a formação escolar;

Em caso negativo seguir o item 6.3

O ANEXO 8 deverá ser entregue À Coordenação de Estágios até o final de agosto do ano de conclusão do curso, para que possa ser avaliada a conexão entre a atividade profissional e a área de estudo.

Segunda Etapa: O Aluno deverá preencher um formulário ( ANEXO 4) junto à Coordenação de Estágio, a fim de informar a área de atuação do estágio, nome do professor que será o Supervisor do Estágio, ainda no primeiro mês de realização do estágio.

Terceira Etapa - Final do Estágio: Elaborar um relatório ( ANEXO 6 ) e entregá-lo à Coordenação de Estágios. A Coordenação, após receber a documentação completa encaminhará o relatório ao Supervisor Teórico do Estágio e este avaliará o relatório e atribuirá uma nota de 0 a 10.

ALUNOS COM VÍNCULO EMPREGATÍCIO EM EMPRESA PÚBLICA OU PRIVADA E QUE NÃO EXERÇAM ATIVIDADES DENTRO DA FORMAÇÃO ESCOLAR.

Primeira Etapa: O aluno que não exerce atividade que tenha conexão com a área de estudo, deverá verificar na empresa a possibilidade de elaborar um estágio na área específica à sua formação escolar. Em caso de concordância da empresa, o aluno deverá apresentar uma declaração da empresa ( ANEXO 8 ) com carimbo do CGC da empresa, papel timbrado e entregá-lo à Coordenação de Estágio. Este documento substituirá o Termo de Compromisso do Estágio.

Segunda Etapa: O aluno deverá preencher o formulário ( ANEXO 4) junto à Coordenação de Estágio a fim de informar a área de atuação do estágio, nome do professor que será o Supervisor do Estágio, ainda no primeiro mês de realização do estágio.

Terceira Etapa: Durante a realização do estágio, o Aluno deverá preencher a FICHA DE CONTROLE DE ESTÁGIO ( ANEXO 5) e entregá-la no final do estágio à Coordenação de Estágio.

Quarta Etapa - Final do Estágio: O aluno deverá elaborar um relatório ( ANEXO 6) que a Coordenação enviará ao professor Supervisor Teórico, para que este avalie o trabalho e atribua uma nota de 0 a 10.

ALUNOS EMPRESÁRIOS, COM REGISTRO DE FIRMA INDIVIDUAL OU CONTRATO SOCIAL

Primeira Etapa: Os estágios poderão tornar-se válidos se a atividade profissional tiver conexão com a formação escolar. Para tanto, o aluno deverá emitir uma declaração explicitando qual o vínculo que tem sua atividade profissional com a formação escolar e anexar uma carta-declaração do Contador da empresa, atestando o recebimento de “pró-labore”, em papel timbrado e firma reconhecida.

Segunda Etapa: O aluno deverá preencher um formulário ( ANEXO 4) junto à Coordenação de Estágio a fim de informar a área de atuação do estágio e o nome do professor que será o Supervisor do Estágio, ainda no primeiro mês de realização do estágio.

Terceira Etapa - Final do Estágio: O aluno deverá elaborar um relatório ( ANEXO 6) e entregá-lo à Coordenação de Estágio. A Coordenação enviará ao professor Supervisor Teórico o relatório, para que este avalie o trabalho e atribua uma nota de 0 a 10.

AVALIAÇÃO DO ESTÁGIO

A avaliação do desempenho do aluno far-se-á de acordo com a entrega da documentação especificada acima em cada caso e pelo relatório entregue ao professor. Para aprovação do estágio, o aluno deverá cumprir a carga horária exigida pela legislação e obter média de aproveitamento igual ou superior a 7 ( sete).

O aluno que deixar de entregar o material relativo ao estágio até o dia 30 de dezembro do ano de conclusão do curso será considerado reprovado e deverá proceder a rematrícula no semestre seguinte.

ANEXO 1 – CARTA DE APRESENTAÇÃO

FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS E ADMINISTRATIVAS SANTA RITA DE CÁSSIA

Ofício n.º _______/_____

São Paulo, _____ de ____________________ de 199___

Ilmo.(a) Sr.(a) Diretor(a)

Nos termos da Lei Federal 9394/96 (LDB) e do Regimento da Faculdade Santa Rita de Cássia, vimos respeitosamente, solicitar autorização para que nossos alunos possam cumprir estágio obrigatório de seus cursos, na Empresa que Vossa Senhoria dirige.

Anexo, encaminhamos documentos, com informações complementares para atendimento da referida legislação.

Esperando obter a autorização de Vossa Senhoria, antecipadamente agradecemos e subscrevemo-nos.

Atenciosamente

__________________________

Diretor Geral

ANEXO 2 - Termo de Compromisso

(sem vínculo empregatício)

Qualificação do Concedeste:

Nome da Empresa: CGC ou CCM: Fone: Endereço: Responsável pelo Estágio: RG n.º N.º Inscr. Profissional:

Qualificação da Faculdade

Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas Santa Rita de Cássia Endereço: Av. Jaçanã, 648 – Jaçanã – CEP 02273-001 – São Paulo, SP C.G.C.: 61.405.205/0001-41 – Fone: 6241-0777 – Fax: 6241-0777 – www.santaria.br Responsável pelo Estágio: ___________________________________________________ R.G.: ___________________________________ N.º Inscr. Profissional: ______________

Qualificação do(a) Aluno(a) Estagiário(a)

Nome: RG N.º: R.A. N.º: Matriculado no ________ Semestre de 199 ___, no curso ___________________________ Endereço: Fone:

Período de concessão do Estágio:

Início em ____/____/______ Término Previsto em ____/____/______ Horas de estágio por semana / mínimo: _____ horas / máximo: _____ horas Obs.: o estágio deverá cumprir ___________ ( __________________________________) Horas exigidas por Lei.

01 – O presente contrato de estágio não terá nenhum vínculo empregatício entre o cedente e o estagiário.

02 – A duração do estágio será no mínimo de __________ ( ________________________) horas.

03 – O horário do estágio será definido pelo concedente, de acordo com a sua conveniência, devendo permitir a presença e participação do aluno nas aulas e nas provas do curso no qual o mesmo está matriculado, incluindo as aulas de dependência / adaptação e/ou recuperação e outras atividades didáticas.

04 – A ajuda de custo poderá ser paga opcionalmente pelo concedente a ser deduzida do Imposto de Renda como despesas opcionais.

05 – A Faculdade não validarão estágios remunerados pelos estagiários.

06 – O estagiário se obriga a cumprir as normas e regulamentos internos da Empresa, desde que previamente informado, ficando responsável por eventuais danos causados, bem como ao cumprimento da programação estabelecida pelo concedente quanto a execução de tarefas/trabalhos.

07 – Por conta e a cargo da Empresa, o estagiário estará protegido contra acidentes sofridos no local do estágio.

08 – A freqüência do estagiário deverá ser registrada por livro ou cartão de ponto.

09 – O presente contrato poderá ser rescindido caso uma das partes não cumpra o firmado.

10 – O estagiário terá um prazo de no máximo 10 (dez) dias, contar das assinaturas para proceder à entrega da cópia deste contrato ao coordenador responsável pelo estágio, na Faculdade, sob pena de sua invalidação.

11 – Ao término do estágio o concedente preencherá a ficha de avaliação que lhe será fornecida pela Faculdade, assinará o Relatório de Estágio elaborado pelo aluno, juntamente com a ficha de Estágio que será preenchida de acordo com o horário e atividades cumpridas diariamente/semanalmente pelo estagiário, onde será comprovado o mínimo de horas de estágio.

12 – O estágio passará a Ter validade a partir da data da assinatura do presente contrato, desde que em dez dias seja protocolado na secretaria da Faculdade.

São Paulo, ____ de ________________________ de 199 ____ ________________________ __________________ _________________

Diretor Geral da FaculdadeConcedente (Empresa) Estagiário

ANEXO 3 - ACORDO DE COOPERAÇÃO

CONVÊNIO QUE FAZEM ENTRE A <> E A <>, COM VISTA A REALIZAÇÃO DE ESTÁGIOS DE ESTUDANTES NA FORMA DO DISPOSTO NA LEI N.º 6494/77.

<>, estabelecida à <>, na cidade de <>, CGC/MF n.º <>, doravante denominada EMPRESA CONCEDENTE neste ato devidamente representado, e a <>, <>, <>, na cidade de <>/<>, através da <>, inscrita no CGC/MF sob n.º <>, representada neste ato pelo presente firmam convênio para a realização de estágio de estudante, nos termos da lei federal n.º 6494/77, conforme alinhadas:

1.A EMPRESA CONCEDENTE fornecerá estágios profissionais a alunos regularmente matriculados na INSTITUIÇÃO DE ENSINO e que venham freqüentando efetivamente os cursos oferecidos na mesma.

2.O estágio deve propiciar a complementação do ensino e da aprendizagem a serem planejados, executados e acompanhados e avaliados em conformidade com os currículos, programas e calendários escolares, a fim de constituírem-se instrumentos de integração, em termos de treinamento prático, de aperfeiçoamento técnico e cultural, científico e de relacionamento humano.

3.Compete à INSTITUIÇÃO DE ENSINO:

I.Estabelecer normas, como procedimentos didático-pedagógicos, para cumprimentos do estágio;

II. Indicar o estagiário para atuação técnica em serviços e programas adequados;

III. Supervisionar o estágio de alunos;

IV. Estabelecer critérios para o credenciamento de supervisores.

V. Analisar e discutir a plano de trabalho desenvolvido pelo estagiário no local de estágio, visando a realização teria/prática;

VI. Fornecer à EMPRESA CONCEDENTE instruções, épocas e formalidades exigidas pelas normas de regulamentação dos estágios;

VII. Encaminhar o estagiário, mediante carta de apresentação , sem qual o mesmo não poderá iniciar o estágio;

4.Compete a EMPRESA CONCEDENTE:

I. Proporcionar ao estagiário condições adequadas à execução do estágio;

II. Garantir ao estagiário o cumprimento das exigências escolares, inclusive no que se refere ao horário de supervisão realizada pela INSTITUIÇÃO DE ENSINO.

III. Proporcionar ao estagiário experiências válidas para a elaboração do trabalho final de conclusão do curso, bem com material para sua execução, ressalvada a autonomia científica desse trabalho.

IV. Aceitar o credenciamento dos supervisores de acordo com o item IV da cláusula 3.

V. Garantir aos supervisores credenciados pela INSTITUIÇÃO DE ENSINO, a realização de supervisão, se necessária.

VI. Prestar ou comunicar oficialmente todo o tipo de informações sobre o desenvolvimento do estágio e da atividade do estagiário, que venham a ser solicitadas pela INSTITUIÇÃO DE ENSINO ou que a entidade entenda necessário.

5.A realização do estágio profissional por parte do estudante, não acarretará vínculo empregatício de qualquer natureza.

5.1.Fica a critério exclusivo da EMPRESA CONCEDENTE o estabelecimento de uma bolsa ou outra forma de contraprestação ao estagiário, para que o mesmo possa fazer face as despesas normais com a realização do estágio, cujo pagamento lhe será feito diretamente e com base no total de horas do efetivo estágio (anotadas em cartão de ponto);

5.1.2.A importância referente a bolsa, por não ter natureza salarial, uma vez que a realização do estágio não acarretará vínculo empregatício, não se enquadra no regime do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) e não sofrerá qualquer desconto, inclusive previdenciário, exceção feita a retenção do imposto de renda na fonte.

6.A EMPRESA CONCEDENTE se compromete a fazer a favor de cada estagiário, durante o período da realização do estágio, um seguro de acidentes pessoais, nos termos do art. 4º da Lei de n.º 6494/77.

7.Será firmado, com interveniência obrigatório da INSTITUIÇÃO DE ENSINO, um termo de compromisso que terá por fim básico, relativamente a cada estágio, particularizar a relação jurídica especial existente entre o estudante e a EMPRESA CONCEDENTE.

8.O tempo de duração do estágio ficará a critério da EMPRESA CONCEDENTE, podendo, tanto o estudante como a INSTITUIÇÃO DE ENSINO, de comum acordo, desistir do mesmo.

9.O presente convênio vigorará por prazo indeterminado, podendo ser rescindido, de comum acordo entre as partes. A rescisão nesse caso, operará 30 (trinta) dias após estipulada, em documento escrito, a concordância da contratante e contratada, no que diz respeito a atividades futuras, mas tendo os efeitos suspensos até que sejam concluídos os estágios em curso.

10.Fica eleito o Foro da Comarca de São Paulo, com renúncia de qualquer outro, por mais privilegiado que seja, para dirimir quaisquer dúvidas ou controvérsias que possam originar-se deste convênio.

E por estarem de acordo com as condições ora estipuladas, firmam o presente convênio em 04 (quatro) vias de igual teor, dispensando as partes o comparecimento de testemunhas para a sua validade.

São Paulo, <>

___________________________________________

<>

__________________________________________

<>

TESTEMUNHAS:

1._______________________________

2._______________________________

ANEXO 4 - FICHA CADASTRAL DO ESTAGIÁRIO

NOME COMPLETO____________________________________________________

CURSO_______________________________________________________________

TÉRMINO DO CURSO ( MÊS E ANO) ______/_______

ENDEREÇO RESIDENCIAL: ___________________________________________

____________________________________________FONE____________________

ESTÁGIO :___________________________________________________________

ÁREA DE OPÇÃO_____________________________________________________

NOME DO PROFESSOR SUPERVISOR __________________________________

EMPRESA ____________________________________________________________

TIPO DE VÍNCULO ( ) EMPREGATÍCIO ( ) ESTÁGIO ( ) EMPRESÁRIO

SE HOUVER VÍNCULO EMPREGATÍCIO INFORMAR:

CARGO NA EMPRESA ______________________ ÁREA DE ATUAÇÃO________________ DATA DE ADMISSÃO_______________________

_______________________________________

ASSINATURA DO ALUNO

ANEXO 5 - FICHA DE CONTROLE DE ESTÁGIO

NOME DO ESTAGIÁRIO______________________________________RG_________________

NOME DA EMPRESA CONCEDENTE ________________________________________

CGC ________________________/_________-____

DATA DE INÍCIO______/________/________

TÉRMINO_____/________/______

SETOR/ÁREA DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES DESENVOLVIDAS CARGA HORÁRIA VISTO DO SUPERVISOR

NOME DO SUPERVISOR____________________________________

ASSINATURA DO SUPERVISOR______________________________

(reconhecer firma)

ANEXO 6 - RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO

Orientação para a realização do Relatório de Estágio Supervisionado

CURSO: ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

PARTE GERAL

O aluno deverá estagiar na área de sua opção, apresentando:

Caracterização da Empresa

a) Perfil/ Histórico

b) Razão Social

c) Ramo de Atividade

d) Dados gerais, tais como: número de empregados( total e na área de opção), número de unidades ( industriais, pontos de venda), características, como, processo, tecnologia, mercado ( fornecedor e consumidor), relacionamento com entidades de crédito e órgãos oficiais, política de pessoal, de marketing, estratégias globais ou de preço, pessoal, produtos, promoção.

e) Capital social ( evolução)

f) Objetivo social

g) Organização

h) Organograma geral

i) Organograma da área de atuação do estágio

j) Fluxograma das atividades da área de opção

k) Descrição das atividades do fluxograma, pormenorizando os principais fluxos.

l) Descrição das funções relacionadas no organograma da área de opção.

PARTE ESPECÍFICA

O aluno deverá, necessariamente, estagiar em um dos seguintes departamentos ( área, divisão, seção, setor), desenvolvendo exemplificadamente, o seguinte roteiro:

Área: ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ADMINISTRAÇÃO ORÇAMENTÁRIA

Função Financeira:

a - Posicionamento da estrutura organizacional

b - Esclarecer a subordinação das áreas do Diretor Financeiro

Administração do Ativo Circulante, Caixa e Bancos

a - Tipos de relatórios emitidos, controle executado

b - Sistema de emissão de cheques e controle

c - Controle de fundo fixo e pagamentos de pequenas despesas

d - Controle de saldo médio bancário e reciprocidade

e - Política de saldo mínimo de caixa

Administração de Duplicatas a Receber

a - Razão da manutenção de duplicatas a receber na empresa

b - Política de vendas e o crédito a clientes

c - Política de investimento em duplicatas a receber

d - Política de cobrança

e - Desconto de duplicatas como forma de financiamento

f - Parâmetros para determinação da dívida vencida em níveis aceitáveis

g - Definições de política de crédito – antagonismo entre finanças e área comercial

Administração de Estoques e Suprimentos Gerais

a - Fatores internos e externos

b - Estoque de matéria-prima

c - Estoque de produto em elaboração

d - Estoque de produtos acabados

e - Estoque de produtos nas filiais, em trânsito e em consignação

f - Controle de estoque e curva ABC

g - Modelo de lote econômico de compra

h - Política de seguros – estoques, maquinaria e edifícios

Avaliação de Alternativas de Investimento em Ativo Fixo

a - Variáveis que interferem na avaliação

b - Método utilizado na avaliação

c - Vantagens do fluxo de caixa descontado

d - Compra, aluguel ou “leasing”- vantagens e desvantagens

e - Risco e incerteza na avaliação de investimento – considerações

Outros investimentos

a - Política de horizontalização ou verticalização

b - Constituição do portfólio empresarial

Administração do Passivo / Administração do Exigível

a - Relacionamento com fornecedores

b - Controle de conta fornecedores

c - Empréstimo bancário

d - Estrutura de controle de empréstimo

e - Determinação da taxa real

f - Empréstimo bancário x reciprocidade

Fontes alternativas de Financiamento a Curto Prazo

a – Debêntures e debêntures conversíveis em ações

b - Órgãos oficiais – BNDES – BNH – FINAME

c - Empréstimo no exterior

Administração do Patrimônio Líquido

a - Estrutura financeira da empresa em direção à composição adequada

b - Custo de capital

c - Política de reinversão de lucros

d - Política de distribuição dos dividendos além da exigência legal

Contabilidade Geral e de Custos

a - Sistemas de informações gerenciais

b - Contabilidade de custos

c - Sistema de custo pré- calculado para uso de área comercial

Orçamento e Controle Orçamentário

a - Orçamento de vendas, produção, compras, gastos, ativo fixo

b - Controle orçamentário extra contábil

Auditoria Interna

a - Inventário, matéria prima e produtos acabados

b - Movimentação de entrada e saída na fábrica, material do depósito de matéria-prima para produção e desta para estoque de produtos acabados.

c - Emissão de relatórios financeiros internos

Área : ADMINISTRAÇÃO GERAL

Administração Geral

a) Análise de fatores externos à empresa, tais como, políticos e econômicos que permitam a previsão e agilização das atividades que compõem a administração como um todo.

b) Teorias Administrativas, processos administrativo e decisório. Estrutura organizacional, pressupostos objetivos.

Organização e Métodos

a - Organização da estrutura administrativa

b - Fluxo de documentos

c - “Layout” de escritório – condições ambientais e meios de comunicação interna

d - Racionalização de formulários

e - Sistema de arquivamento – convencional e ou microfilmagem

f - Distribuição racional de trabalho

g - Elaboração de manuais administrativos, distribuição, controle e atualização

h - Padronização de móveis e equipamentos de escritório

Área : ADMINISTRAÇÃO DE MATERIAIS

Análise estrutural comparativa entre as atividades de mercadologia, produção , materiais e finanças, enfocar o posicionamento da área de materiais em relação às demais. Mostrar o inter-relacionamento entre essas áreas.

Estrutura organizacional e as atividades relativas ao fluxo de materiais na sua empresa

Utilização de computadores para análise de compras, estoques, controle e distribuição de materiais.

Contagem física dos estoques, layout dos armazéns. Apuração e contabilização das diferenças.

Análise operacional do layout do almoxarifado, áreas de carregamento e descarregamento, tráfego de carga, utilização de aparelhos ou equipamentos. Endereçamento de materiais, armazenagem a grosso e a retalho.

Estrutura do setor de compras. Controle de compras, fatores externos que influem no mecanismo de compras, como bolsas nacionais e internacionais, etc. Acompanhamento de pedido.

Localização dos pontos de estocagem. Sistema de transporte interno

Sistema de informações para administração dos estoques, atualização de níveis, documentação de movimentação, mecanismos de controle, ressuprimento. Relatórios gerenciais.

Área : ADMINISTRAÇÃO DE PESSOAL

Recrutamento e Seleção de Pessoal

a – Situação dos cargos da empresa perante o mercado

b - Técnicas de recrutamento adotadas como exemplos práticos

c – Técnicas de seleção com exemplos práticos

d - Rotinas do Setor e fluxograma das etapas de seleção

e - Críticas e Sugestões

Avaliação de Cargos – Administração de Salários

a - Como é feita análise e descrição dos cargos da empresa

b - Sistema de avaliação de cargos utilizados com exemplos práticos

c - Críticas e Sugestões

d - Como a empresa faz a pesquisa de salários no mercado

e - Tabulação dos dados obtidos na pesquisa salarial

Avaliação do Desempenho

a - Exemplificação do manual de avaliação pela empresa

b - Exemplos práticos de algumas avaliações

c - Críticas e Sugestões

Treinamento

a - Como a empresa faz o levantamento de necessidades de treinamento

b - Quais os treinamentos dados na empresa – internos e externos

c - Citar algum programa de treinamento – exemplo prático

d - Críticas e sugestões

Planos de Benefícios Sociais e Segurança no Trabalho

a - Explicar os benefícios dados aos empregados pela empresa

b - Cite alguns programas de prevenção de acidente de trabalho

c- Críticas e sugestões

Área : ADMINISTRAÇÃO DA PRODUÇÃO

Planejamento e controle da Produção

Compras e Almoxarifado

Fabricação

Pesquisa e Desenvolvimento

Montagem

Controle de Qualidade

Expedição

Área : ADMINISTRAÇÃO DE MARKETING

Vendas

a - Organização e força de vendas, previsões de vendas ( como é feita), cálculo de potencial de mercado e como são selecionados, treinados e remunerados os vendedores

b - Críticas e sugestões

Gerência de Produtos

a - Desenvolvimento de funções na empresa, retratando relações com intermediários

b - Críticas sobre o funcionamento

Canais de distribuição

a - Tipos de canais utilizados pela empresa, como são controladas as relações entre a empresa e os intermediários, estratégia de “marketing” da empresa.

b - Críticas e sugestões

Pesquisa de Mercado

a - Qualificação de pessoas que trabalham nas atividades, tipos de pesquisas utilizadas pela empresa, pesquisas efetuadas pela empresa e por terceiros: retratar quais os setores que solicitam pesquisas e quais as pesquisas mais utilizadas pela empresa.

b - Crítica procurando caracterizar o significado do uso da pesquisa .

Desenvolvimento do Produto

a - Retratar linhas de produtos da empresa e sua produtividade, sistemas de criação de novos produtos, esquema de revisão dos produtos existentes e como são avaliados os produtos a serem lançados no mercado.

b - Críticas e Sugestões

Promoção e Propaganda

a- Tipos de atividades promocionais desenvolvidas, promoção junto aos Intermediários, promoção junto aos consumidores, planejamento de propaganda, estratégia promocional e avaliação das campanhas.

b- Crítica procurando avaliar os serviços prestados pelo processo de Comercialização.

Planejamento de Marketing

a- Tipo de filosofia adotada no planejamento, políticas, estratégias, objetivos e metas, a implantação e o controle do planejamento

b - Criticar a relação entre o planejamento, implantação e controle frente ao conceito de marketing

OBSERVAÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS

Em todos os campos/áreas de opção, havendo possibilidade de aparecer alguma outra atividade, o Professor Orientador estabelecerá ao aluno/estagiário o que deverá ser executado, exemplificado.

ANEXO 7 – CONFIRMAÇÃO PELA CONCEDENTE DO ESTÁGIO

São Paulo, ___________de ________________________ de ______

À

FACULDADE SANTA RITA DE CASSIA

A/C Coordenador de Estágio Supervisionado.

Informamos a Vossa Senhoria que o (a ) aluno(a)

_____________________________________________________________________

Portador (a) do RG n.o _____________________________, emitido por _____________No Estado de __________________________, em ____/_____/______, matriculado nessa Faculdade sob o n.o ___________________________, cursando o ______semestre do Curso ________________________________ , conforme orientação dessa Faculdade, cumpriu nesta Empresa, ________(___________________________)

Horas de Estágio Profissional Supervisionado, em conformidade com a Lei.

( Assinatura e Nome ) ( Carimbo do CGC)

ANEXO 8 – ATIVIDADES EXERCIDAS PELO ESTAGIÁRIO

São Paulo, ___________de ________________________ de ______

À

FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS E ADMINISTRATIVAS SANTA RITA DE CASSIA

Declaramos para os devidos fins que Sr.______________________________________________________________________, Portador da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) n.º ___________________, Série _____________, é funcionário desta empresa desde _____/_____/________, na função de _________________________________ tendo como atribuição as seguintes atividades:

Nome da Chefia: _______________________________________________________

Carimbo e assinatura: ___________________________________________________

 

ESTÁGIO SUPERVISIONADO (II)

CARGA HORÁRIA: 150 HORAS.

OBJETIVOS: Propiciar aos alunos experiências sobre os assuntos abordados no programa de ensino.

METODOLOGIA: Acompanhamento através de relatórios.

AVALIAÇÃO: Questionamento sobre os assuntos contidos nos relatórios.

BIBLIOGRAFIA: Será indicada de acordo com a necessidade do aluno em decorrência do estágio.